Chamada para servir

Líder de grupo que pratica luta armada na Índia admite assassinato de dirigente hinduísta; crime, atribuído aos cristãos, encetou uma onda de violência religiosa que varre o país.

A admissão da responsabilidade de um grupo maoísta pela morte do líder hinduísta Swami Laxamananad não aplacou a onda de violência religiosa contra os cristãos na índia. No último domingo, todos os meios de comunicação indianos deram amplo espaço às declarações de Sabyasachi Panda, chefe do movimento rebelde naxalita em Orissa, que reivindicou a autoria do crime. O radical maoísta acusou ainda o governo de ocultar duas cartas anteriormente postadas pelo grupo, fazendo com que a culpa pelo homicídio recaísse sobre os cristãos. A suspeita incitou o ódio de ativistas hindus, que passaram a perseguir e assassinar cristãos no estado de Orissa e em outras regiões do país. Desde agosto, quando começaram os ataques, mais de 60 cristãos foram trucidados, e milhares de casas, depredadas e incendiadas. Milícias hinduístas ainda destruíram templos cristãos.

Fonte: Cristianismo Hoje.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: