Chamada para servir

A Turquia é um país islâmico moderado, e o estado turco é rigorosamente laico. É isso que permite ver um país que respeita as suas tradições, mas que não enjeita a modernidade, a tolerância e a convivência entre diferentes culturas, etnias e formas de viver a religião.
É possível ver mulheres de todas as idades, vestidas à maneira islâmica, cruzarem-se com outras de indumentária o mais ocidental possível.

Uma das medidas simbólicas do fundador da Turquia, Ataturk, foi proibir aos homens o uso do fez, chapéu otomano característico, até aí amplamente utilizado. A grande fábrica que os produzia em Istambul, situada na orla costeira, encerrou e o edifício foi reconvertido. O famoso chapéu agora só se vende aos turistas, por isso trouxe um como recordação.

Desconheço o número exacto de mesquitas em toda a cidade, mas deve andar pelos milhares. Qualquer fotografia panorâmica revela uma floresta de minaretes, as torres onde antigamente os mullahs subiam para chamar o povo à oração, tarefa agora substituída por gravações e amplificadores de som. Mas templos cristãos são cerca de mil, incluindo as diferentes tradições.

Nesse sentido Istambul constitui uma lição para o mundo em termos de não-discriminação, de aceitação das diferenças e de respeito pelo Outro.

Brissos Lino

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: