Wendel: “Nomeação para o prémio Puskas é um presente de Deus”

O atleta brasileiro Wendell Lira, um ilustre desconhecido, venceu o prémio Puskas (FIFA), de melhor golo do ano. Wendell é crente e não se esqueceu de Deus na hora de receber o galardão, deixando ainda uma reflexão bíblica simples mas muito forte (ver vídeo).

 

Wendell Lira
Avançado festeja o golo pelo Goianésia. Foto: DR.

Ver aqui o vídeo da Gala FIFA e do seu testemunho.

 

Sabe quem é Wendell Lira? Nós também não sabíamos até a FIFA anunciar os dez candidatos ao Prémio Puskas 2015.

E por isso ele apresenta-se nesta entrevista ao SAPO Desporto: “Sou um cara humilde e tranquilo de Goiânia, que não esperava uma nomeação destas para o prémio de melhor golo do ano. É inexplicável”.

Vamos recuar na história e perceber como tudo isto aconteceu. Estávamos no dia 11 de março de 2015, quando o Goianésia foi até ao campo do Atlético-GO para mais um jogo do campeonato estadual de Goiás

Numa jogada, que mais parecia feita no Pro Evolution Soccer, Wendell Lira marcou um golo de bicicletadaqueles de levantar o estádio. Na altura, longe estava o brasileiro de pensar que esse golo correria hoje o mundo.

“Eu fiz um golo bonito, mas não esperava essa repercussão. O povo todo está me ligando e fico feliz demais por o golo ter chegado a esse nível”, diz surpreendido.

E mesmo quando lhe deram a notícia não acreditou. Precisou de ir ver ao site da FIFA para crer: “Toda a gente me ligando e falando, mas eu não acreditei muito. Aí me passaram o site e eu fui ver e estava entre os 10 golos mais bonitos”.

Desde então o telefone não mais parou, mesmo durante a nossa entrevista: “Não tem como falar, eu estou falando com você e o telefone não pára de tocar. Tem muita gente me ligando”.

Wendell é crente e não esquece Deus na hora em que a sua estrela brilha.

“Deus preparou essa oportunidade para mim. Jogo bola desde os 10 anos de idade, já fui na seleção brasileira de base e graças a Deus fui presenteado com isto. É um presente de Deus”, confidencia.

Agora, é tempo de “juntar uma galera aqui e os amigos para entrar no site e votar”, esperando ficar “entre os três finalistas”, e conhecer a Europa para onde nunca viajou.

A euforia é grande e a facilidade em se perder o chão ainda mais, mas o avançado, que esta época jogou no Tombense do Estado de Minas Gerais, não esquece a primeira lição que aprendeu com a sua mãe.

“A primeira coisa que eu aprendi na minha vida com a minha mãe foi ser humilde e ter sempre os pés no chão”, acrescentou num tom mais sério, e depois foi tempo de desligar, porque o telefone não parava.

O sonho de Wendel Lira parece não ter limites. O brasileiro é finalista ao prémio Puskas, juntamente com Messi do Barcelona (golaço apontado ao Athletic Bilbao) e Florenzi da AS Roma (golo desde o meio-campo marcado ao Barcelona).

* Artigo atualizado às 18h00 de 30/11/2015

(Entrevista a Wenldel Lira foi feita no dia 06/11/2015)

 

Fonte: SAPO Desporto.

Anúncios

One thought on “Wendel: “Nomeação para o prémio Puskas é um presente de Deus”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s