A manifestação da glória de Deus

De glória em glória

O nosso Deus é um Deus de glória, glorioso, e sempre se revelou aos homens de glória em glória. Não é como os deuses pagãos, os deuses greco-romanos ou outro tipo de divindade fruto da imaginação humana, com os seus vícios e humores. O Deus da Bíblia transcende toda a nossa imaginação.

Desde o tempo patriarcal, quando se viu o reflexo da glória de Deus no rosto de Moisés, que tinha de ser coberto com um véu, pois as pessoas não podiam aguentar nem entender tal glória (Êxodo 34:27-30), passando pela inauguração do Templo de Salomão, em Jerusalém, quando os sacerdotes não se podiam aguentar de pé face à Shekinah, pela glória que Isaías viu (Is 6:1-8), pela glória que Elias experimentou quando foi arrebatado ao céu num carro de fogo (II Reis 2:9-12), até à glória revelada em Jesus Cristo, o Verbo de Deus em quem vimos a Sua glória, cheia de graça e verdade (João 1:14): “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigénito do Pai, cheio de graça e de verdade.”

A verdade é que foi esta mesma glória que recebemos, como Seus Filhos (Jo 17:20-22), isto é, a Igreja: “E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um”. 

Não temos um Deus impotente, nem um Deus insensível ao sofrimento humano, nem um Deus tirano, nem um Deus ausente, mas um Deus de Amor, Misericórdia, Graça e Glória.

Meditação desta manhã, na Celebração de Ceia do Senhor na Jubileu.

ceia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s