Chamada para servir

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

A vida da Igreja na Última Ceia

Anúncios

“I Am No Victim” – Kristene Dimarco | Live at Bethel Church

Imagem

Celebrando a Reforma religiosa

Apresentação1

Doris Akers – Sweet Sweet Spirit (Live)

A Deus toda a glória

Homenagem às vítimas da catástrofe de Figueiró dos Vinhos e intercessão pelos seus familiares

IMG_1756 (2)

Esta manhã, na Jubileu, começámos por interceder a Deus pelos familiares das vítimas da catástrofe de ontem em Figueiró dos Vinhos, porventura a de maiores custos em termos humanos durante muitos anos. A Margarida Brás tocou uma peça clássica no piano em homenagem aos mortos e feridos.

Aventuras e desventuras duma Semente

Iniciámos hoje uma série de palestras bíblicas sobre a Palavra de Deus enquanto semente, e todas as implicações que a metáfora tem para aqueles que a ouvem. Tal como a semente, a Palavra tem potencial para dar fruto. Segundo os dicionários, semente é “a parte do fruto própria para a reprodução”; assim, a Palavra de Deus é própria para se reproduzir”. Mas também é “o óvulo maduro e já fecundado”; a Palavra de Deus não precisa de amadurecer. Está pronta para a reprodução. Além disso já foi fecundada pelo Espírito Santo.

Esta primeira reflexão foi sobre a Palavra pisada e roubada (Lc 8:5; 12).

IMG_1760 (2)

 

O verdadeiro (e único) altar do mundo

O altar do mundo

Reflexão bíblica sobre o único local que pode ser considerado o altar do mundo: o Calvário, onde Jesus se entregou a si mesmo por nós, tornando-se o Redentor da humanidade, e que não pode ser substituído nunca por qualquer santuário humano, mariano ou não.

1 Timóteo 2:1-5: “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.”

 

 

As perguntas retóricas de Paulo

5 perguntas aos romanos

Abençoada Celebração de Ceia do Senhor esta manhã, na Jubileu, com sermão baseado em Romanos 8:28-39.

A riqueza da igreja de Roma estava na sua diversidade (judeus e gentios, homens e mulheres, ex-escravos e gente de dinheiro). Roma era o centro do Império Romano. Ali se constituíram muitas igrejas domésticas (na casa de Prisca e Áquila, na casa de Aristóbulo, na casa de Narciso, na casa de Asíncrito e na casa de Filólogo).

Há neste texto um conjunto de 5 perguntas retóricas, formuladas apenas para dar aos cristãos de Roma a consciência de que em tudo somos “mais do que vencedores” através de Jesus Cristo. Portanto, para estimular a sua fé e confiança em Deus, mesmo nos momentos difíceis.

Pergunta retórica é uma interrogação que não tem como objectivo obter uma resposta, mas sim estimular a reflexão do individuo sobre determinado assunto. A pessoa que faz uma pergunta retórica já sabe a resposta, visando ajudar o destinatário da interrogação a reflectir ou a entender determinado tema, assunto ou situação.

Paulo conclui: nada e ninguém nos pode separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor (8.39). Mas se ninguém me pode separar do amor de Cristo; se sou mais do que vencedor face a todos os poderes, porque razão tantos ficam pelo caminho? Porque só eu me posso separar do amor de Deus!…

Uma flor na montureira

img_1266-2

Reflexão desta manhã na Jubileu. A essência da fé cristã deita por terra as teorias deterministas das circunstâncias. Ao nascer de novo a pessoa torna-se uma nova criatura em Cristo Jesus. Por outro lado deixa de ter impossíveis. “Posso todas as coisas naquele que me fortalece.” Não nos desculpemos com as circunstâncias da vida.

As circunstâncias condicionam mas não determinam a nossa vida.

Elas não determinam quem nós somos. Jesus está acima de toda e qualquer circunstância. Quando estamos em Cristo, a nossa circunstância passa a ser o próprio Espírito Santo. É Ele que nos guia em toda a verdade, que nos revela o coração do Pai, que nos inspira, que nos leva a Jesus.

 

Uma questão de Graça ou maldição

a-opcao-do-sal

Celebração de Ceia do Senhor esta manhã.

Somos chamados a ser o sal da terra, mas não para sermos transformados em colunas de sal. A diferença entre as duas situações é para onde andamos a olhar… Precisamos ter cuidado em ser sal da terra (isto é, Graça), sem nos transformarmos em estátuas de sal (que é maldição). Lucas (17:32): “Lembrai-vos da mulher de Ló.” Quem conhece a Deus e não quer ser o sal da terra, acaba por se transformar numa estátua de sal, que para nada serve. O que estás tu a ser nesta hora?

Que Deus nos ajude a ser o sal da terra e não colunas de sal.

img_1000

img_1003

Com a verdade me enganas!

com-a-verdade-me-eng

Esta manhã, na Jubileu, partiu-se dum episódio bíblico relatado pelo evangelista Marcos, ao encontro do ditado popular “Com a verdade me enganas!”.

O falar verdade não quer dizer que a pessoa seja verdadeira. Pode ser falsa e dizer muitas verdades. Os inimigos de Jesus queriam prendê-lo mas não tinham coragem por causa do povo. Depois enviaram-Lhe um grupo de fariseus e herodianos, para ver se O apanhavam em falta. Vieram ter com Jesus e fizeram um conjunto de afirmações absolutamente verdadeiras sobre Ele.

Portanto, a declaração da autoridade, da divindade, da justiça e da integridade de Cristo, sendo verdadeiras, na boca de fariseus e herodianos eram ditas com o propósito de enganar. Não nos deixemos enganar por aqueles que, dizendo algumas verdades, todavia são animados por um espírito destruidor. É assim que funcionam os vigaristas…

Na verdade eles queriam colocar a Jesus a questão do imposto imperial, a pagar a Roma. Se Jesus dissesse para pagar, acusá-lo-iam de estar ao serviço de César e contra o povo judeu. Se dissesse para não pagar, iriam denunciá-lo como traidor a Roma.

Possamos nós pedir a Deus que nos dê discernimento de espíritos, para estarmos atentos aos que nos querem enganar, mesmo com a verdade. Em especial quando usam a verdade para fins de falsidade e engano. Oremos por discernimento, nas relações sociais, profissionais, familiares e espirituais.

2016-10-16-09-53-03

No “Momento com…” ouvimos o testemunho inspirador de George Porto, músico e professor de música, que serve a Deus na igreja.

 

 

Sei em quem tenho crido

Paz: do decreto divino à construção

filhos da Paz

 

Na celebração de ontem, domingo, reflectimos sobre Efésios 2, quando se refere a Jesus Cristo: “Porque ele é a nossa paz”. A Paz é um tema apostólico recorrente nas cartas às igrejas no 1º. Século, como se pode verificar facilmente, em parte talvez devido à recorrente perseguição contra os cristãos.

Mas o que é esta Paz? Ela começa por ser um decreto divino (proclamado no momento da Encarnação, pelos anjos nos céus de Belém), e termina a ser uma tarefa na mão de todos os discípulos (de acordo com a exortação do Sermão do Monte, no sentido de sermos “pacificadores”, isto é, construtores da Paz). Pelo meio temos a Paz como contrato e como herança.

Paulo escreveu aos Efésios (6:15): “E calçados os pés na preparação do evangelho da paz”. A mensagem da Igreja é a mensagem da paz com Deus, através de Jesus Cristo. Somos filhos da Paz. Quem não tem paz, não vive em paz, precisa receber a herança (“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”, João 14:27), e tornar-se hoje um “filho da Paz”.

 

E que fazer quando a bênção não vem?

14021599_10210074690126491_4393884359385100864_n

Ontem recebemos a visita do Pr. Ezequias Costa e esposa, Isabel (São Paulo, Brasil), que abençoou a igreja pelo seu testemunho e pregação. Contaram como foi a experiência de lutar  e vencer um acidente vascular-cerebral.
Igualmente inspirador foi a partilha da Palavra à volta do tema “Quando a bênção não vem”. O que fazer quando a bênção não vem logo? Foi um desafio de fé que impactou a assistência.

IMG_0736IMG_0738

Sobre a Cruz

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: