Chamada para servir

Designação e Logotipo

 

A nossa comunidade cristã denomina-se IGREJA DO JUBILEU. O termo “jubileu” (do hebraico), que significa “som de trombeta”, é inspirado no Ano do Jubileu celebrado no Antigo Israel, de cinquenta em cinquenta anos, altura em que todos os escravos eram libertados, as terras e as possessões perdidas eram restituídas e os terrenos cultivados gozavam então o seu descanso. Tudo isto está descrito em Levítico 25:8-41.

Mais tarde, Jesus Cristo, declarou que, consigo, era chegado o ano aceitável (de jubileu), isto é, uma nova época, no percurso da Humanidade, durante a qual, a pregação ungida do Evangelho, daria lugar a uma libertação alegre e gloriosa, do domínio de satanás, na vida de todos os que se arrependessem dos seus pecados, e convidassem Jesus Cristo a tornar-se o Senhor e Salvador das suas vidas. Ele ordenou que fosse dado óleo de gozo aos tristes, e vestes de louvor em lugar de angústia (Isaías 61:1-3).

Com efeito, todo aquele que vier a Jesus Cristo tem a certeza de por Ele ser recebido, porque essa é a sua vontade: “o que vem a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37).

Ele mesmo, na cruz do Calvário, deu a sua vida, há dois mil anos atrás, de forma voluntária, para que nós hoje, pela fé, alcancemos vida abundante, libertos da miséria, da doença e do pecado, tal como está escrito em João 10:10.

Celebremos a Deus com júbilo, palavra derivada de jubileu, e que significa “alegria excessiva”.

“Quando o Senhor nos trouxe do cativeiro, a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cânticos; então se dizia entre as nações: grandes coisas fez o Senhor… por isso estamos alegres…” (Salmo 126:1-3).

“Se alguém está alegre, cante louvores” (Tiago 5:13 b).

 

Novo logo Jubileu _letras_mais_escuras

 

A Cruz representa o Cristianismo, visto que se trata de uma igreja cristã.

A Árvore representa renovação, vida, crescimento espiritual, frutificação.

A Cor verde significa a esperança do crente.

A ligação entre os dois, e o facto de a Árvore nascer da Cruz, sugere que a IGREJA DO JUBILEU pretende guardar os fundamentos cristãos e bíblicos, que não mudam com o tempo, e, em simultâneo, crescer para a realidade do mundo em que está inserida, que muda todos os dias, e no qual quer permanecer como factor de Esperança e Vida, tendo como razão de ser a Pessoa e a Obra de Cristo que a Cruz simboliza.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: